O que é que uma trotineta diz sobre a PHC?

Carros há muitos – como bem sabem as nossas equipas comerciais, que percorrem quilómetros e quilómetros para fazer chegar mais longe o software PHC. Já as trotinetas são mais raras. Mesmo assim, fizemos questão de ter uma disponível para todos os PHCs nos escritórios de Lisboa. E, na verdade, ela diz muito sobre nós e sobre a nossa cultura empresarial.

A primeira pergunta que se impõe é óbvia: afinal, porque precisamos de uma trotineta dentro de uma empresa? Mas invertamos a questão: e por que não?

Com uma trotineta é muito mais rápido atravessar os corredores dos open spaces da empresa. Em vez de andar para uma reunião ou para a máquina do café, parece-nos mais simples dar ao pé, ganhar balanço, aprumar o equilíbrio e aproveitar a velocidade moderadamente vertiginosa destas duas rodas.

Mas não só. A trotinete é um meio de transporte democrático para todos os PHCs, incluindo os mini PHCs (o nome que carinhosamente damos aos filhos e netos dos colaboradores da empresa) que, por vezes, nos vêm visitar. Sem necessidade de curso prévio – e fácil de “estacionar” em qualquer lugar –, qualquer um pode aproveitar esta boleia para se deslocar pela empresa.

 

E o melhor? É fun – e podemos admiti-lo sem complexos.

É muito mais divertido andar pelo escritório com uma trotineta do que a pé. Curva ali, contracurva acolá e uns ziguezagues só porque sim. É que, na PHC, este lado fun é uma companhia indispensável à nossa postura pro.

Rápido, democrático e fun. Estes são os três motivos que nos levaram a “adotar” a nossa trotineta por aqui. Porém, olhando com maior detalhe, mais pertinente do que “porquê?”, interessa saber “o quê?”. Ou seja, mais do que as razões que levaram à sua escolha como meio de transporte, é curioso perceber o que é que esta trotineta diz sobre a PHC e os PHCs que aqui trabalham.

Porque – tal como a mesa de matraquilhos que aqui temos, as frases que decoram cada sala de reuniões, o nosso cantinho de baloiços e puffs ou a mascote da felicidade que nos visita de vez em quando – optar por uma trotineta não é um acaso. É um reflexo da cultura da nossa empresa e da nossa forma de estar, que se conjuga com tantos outros pormenores que compõem a nossa vida na PHC.

 

O que diz esta pequena trotineta metálica sobre nós? Alguns aspetos cruciais de ser PHC:

  1. Trabalhamos num ambiente informal e descontraído. Só assim se explica que, à passagem de uma trotineta, ninguém levante sequer um sobrolho de espanto. Assim como ninguém se surpreende quando, em altura de Carnaval, haja por aqui disfarces dignos de vencer concursos de máscaras profissionais. Ou que todos os PHCs vivam intensamente um campeonato anual de matraquilhos. A trotineta é apenas um dos elementos desde espaço, pensado para o nosso conforto e descontração. Afinal, passamos por aqui oito horas diárias – é importante que nos sintamos quase como em casa.

 

  1. Acreditamos no True You*, ou em “cada um é como cada qual”. Se fizermos contas simples, somos bem mais de cem PHCs nos escritórios do Lagoas Park para apenas uma trotineta. E não, não estamos a precisar de investir em mais algumas largas dezenas de modelos a duas rodas. Porque, na verdade, nem todos gostam particularmente de se deslocar desta forma. E não têm de o fazer. Tal como há quem prefira passar a hora do almoço na copa (em convívio com outros PHCs) e outros que optam por passear pela natureza nos trilhos do Lagoas Park ou sentar-se à beira-lago num dos vários puffs que o parque empresarial disponibiliza aos colaboradores das diferentes empresas. Somos todos diferentes (e, verdade seja dita, é esta diversidade que leva a que a PHC se supere a cada ano), pelo que a trotinete não é “obrigatória” – e serve apenas aqueles que se divertem a percorrer desta forma os corredores da PHC.

* Levamos o conceito True You muito a sério. Esta é também o conselho que damos durante o processo de recrutamento para potenciais novos PHCs: sejam vocês próprios, porque o vosso talento também é único.

 

  1. A criatividade é o nosso caminho. Há várias formas de chegar do ponto A ao ponto B – e a escolha apenas depende da nossa criatividade e da vontade de pensar ‘fora da caixa’. Apanhar ‘boleia’ de uma trotineta é só um dos muitos percursos possíveis. Por isso, este pequeno veículo a duas rodas é uma das muitas alternativas disponíveis para incentivar a criatividade e a boa-disposição no nosso dia a dia (a par de outras iniciativas ou momentos, como os do calendário Fun at Speed).

 

  1. Somos Business at Speed. Por fim, que melhor forma há para ilustrar o nosso mote – Business at Speed, porque o software PHC torna as empresas mais rápidas – do que andar na PHC à velocidade de uma trotineta? Esta rapidez literal, a duas rodas, conjuga-se na perfeição com a rapidez na gestão que levamos aos nossos clientes.

 

A nossa cultura empresarial anda de trotinete. Mas há muito mais para descobrir dentro das instalações da PHC – e que é reflexo de um ambiente bem-disposto e inusitado. Acompanhem o Living@PHC para desvendar um pouco do que se passa por aqui – ou façam-nos uma visita. Fica prometida, desde já, uma voltinha na trotineta.

Veja também…