Trabalho remoto: o futuro dos colaboradores e das empresas

O trabalho remoto é uma realidade na PHC. Descubra as vantagens de adotar uma política de trabalho remoto na sua empresa, de forma responsável.

Aquele que poderia ser, em tempos, o sonho de muitos, é hoje uma realidade: o trabalho remoto. É uma das grandes tendências do mercado de trabalho, sobretudo na área das Tecnologias de Informação (TI), e uma solução vantajosa tanto para a empresa como para os colaboradores. Sempre sob o mote “máxima liberdade, máxima responsabilidade”, o trabalho remoto é uma realidade na PHC.

Provavelmente já todos sonhámos com a ideia de poder trabalhar remotamente. No conforto de casa, sem o desgaste diário do trânsito. Num mundo cada vez mais tecnológico e global, onde praticamente tudo está à distância de um clique, o trabalho remoto não tem de ser um sonho. A boa notícia é que as empresas concordam com as vantagens desta prática e estão a torná-la uma realidade.

Adotar uma política de trabalho remoto traz benefícios tanto para os colaboradores como para a empresa: mais produtividade, mais foco, menos desgaste e maior equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional.

Produtividade ou “presentismo”?

Estar fisicamente no local de trabalho oito horas por dia não é sinónimo de produtividade. O presentismo – prática que consiste em estar presente no local de trabalho, por vezes até mais horas do que o necessário, mas sem a produtividade correspondente – não é benéfico para ninguém.

O foco é outro dos problemas que pode ter a sua solução no home office. Os comuns open space são um forte entrave ao foco dos colaboradores nas tarefas. As conversas paralelas ou as interrupções constantes são alguns dos fatores que contribuem para causar distração no local de trabalho.

Para além da concentração, a deslocação para o local de trabalho é, muitas vezes, um fator de desgaste. Em média, perdemos cerca de uma hora por dia no trânsito casa-trabalho-casa.

A solução? Adotar, de forma responsável e ao abrigo de regras, uma política de home office.

Um estudo de 2019, realizado pela universidade Harvard, revela que em 2017, 43% norte-americanos trabalhavam a partir de casa. Valor que terá cada vez mais relevância à medida que mais empresas adotem a prática. Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística diz que 6,1% dos portugueses trabalham remotamente.

A flexibilidade do trabalho remoto oferece ao colaborador melhor qualidade vida, mais motivação e um maior sentimento de realização. No entanto, para obter bons resultados é necessário saber dizer não às distrações e manter os timings e as metas iguais às que teria no local de trabalho.

E se para os colaboradores as vantagens são notáveis, também a empresa pode ganhar em adotar esta prática. Colaboradores mais motivados são melhores a desempenhar as suas funções e, consequentemente, oferecem um melhor contributo para o sucesso da empresa. A prática também permite à empresa poupar custos em infraestruturas e não se limitar à geografia local para atrair talento.

Adicionalmente, aplicar esta estratégica fomenta uma relação de confiança entre colaborador e empresa.

Em casa, como na PHC

Inserido na best experience at work, o trabalho remoto faz parte da PHC. É sob o mote “máxima liberdade, máxima responsabilidade” que podemos usufruir desta possibilidade.

Claro que, trabalhar em regime de home office pode ser um verdadeiro desafio. E pode não ser para todos. Exige disciplina, autocontrolo e uma elevada capacidade de manter o foco.

Ainda que não exista um modelo ideal de ambiente de trabalho remoto, é crucial ter em atenção alguns detalhes que influenciam a produtividade e reunir determinadas condições.

Algumas dicas para trabalhar remotamente de forma produtiva:

Trabalha num espaço físico específico e confortável, separado do resto da rotina da casa.

Opta por manter a mesma rotina matinal e escolhe uma roupa adequada.

Não te coloques em ambiente ou roupas demasiado confortáveis.

Define um horário certo e alinhado com os horários da empresa.

Durante o horário laboral mantem-te contactável nas ferramentas da empresa.

Assegura a disponibilidade para participar, remotamente, nas reuniões necessárias.