Teambuildings em modo remoto: é possível motivar equipas no digital?

É possível criar atividades de teambuildings para as equipas em modo remoto, que estimulem e motivem os colaboradores. Descobre como o fizemos na PHC.
Esta semana realizámos um Escape Room Virtual, um teambuilding totalmente digital que pela primeira vez não se tratou apenas da adaptação de uma atividade já planeada: foi realmente desenhado, do início ao fim, para ser feito em modo remoto.

Durante a quarentena criámos atividades e teambuildings que, num contexto normal, não realizaríamos por certo (como foi o caso do nosso PHC Together at Home). Adaptámos, entretanto, os grandes eventos da empresa também para o digital (como foi o caso do 31º aniversário da PHC e do PHC Open Minds). E, agora, começámos a planear de raiz teambuildings totalmente digitais, e estamos muito orgulhosos do resultado.

Gerir uma empresa inteira em trabalho remoto é um desafio, como partilhou o nosso CEO, Ricardo Parreira, num dos episódios do seu “CEO at Home”. E se sempre tivemos um grande foco na felicidade dos nossos colaboradores (e o dia-a-dia nos nossos escritórios são normalmente marcados por inúmeros acontecimentos incríveis), desde que estamos em modo remoto que este foco se intensificou. Não é fácil transportar a cultura de uma empresa para o digital. Mas é possível, desde que se seja criativo e se aposte muito na comunicação interna.

Criar teambuildings diversificados e estimulantes é uma das várias formas que utilizamos para manter os nossos colaboradores motivados e produtivos. Reinventá-los no digital é um grande desafio, mas pode ter resultados igualmente positivos.

[/vc_row_inner]

Da quarentena ao “novo normal”

Se no período de quarentena, todos aguardávamos ansiosamente pelo regresso “ao normal”, o passar do tempo desmistificou a forma como os trabalhadores encaram o trabalho remoto.
Vivemos agora um “novo normal”: onde os colaboradores procuram aproveitar ao máximo o seu tempo, estão mais focados nos seus objetivos do que no cumprimento de um horário fixo e onde o conceito de “work-life balance” ganhou todo um novo significado. E, por isso, também as atividades e teambuildings realizados têm de ser pensados de forma adaptada.
Na PHC Software, trabalhamos diariamente para criar a Best Experience at Work: e isso também envolve permitir que os colaboradores façam uma pausa no trabalho às 17h de uma 4ª feira, para participar num Escape Room.

Escape room virtual: como funcionou esta atividade?

Só precisámos de 3 coisas: Wi-fi, um telemóvel/tablet para aceder à virtual room de onde tínhamos de escapar e um computador onde conseguíssemos manter uma chamada de Zoom a decorrer com os nossos colegas de equipa.

As equipas eram constituídas por elementos de diferentes Unidades, o que nos permitiu colaborar com perfis muito diferentes dos nossos: o que é sempre útil num escape room. Só não vos dizemos que foi uma excelente forma de conhecer outros colaboradores porque… é muito raro alguém não saber o nome de um colega na PHC (mesmo quando este pertence a outra geografia).

Assim, cada equipa tinha à sua frente a sua equipa e o escritório, que funcionava como um mapa, de onde tinha de fugir:

escritório escape room digital
team playing a virtual escape room

Como reagiram os nossos colaboradores

Acabar uma tarde de trabalho de forma lúdica e descontraída, faz toda a diferença após um período de trabalho mais intenso ou um dia mais desgastante. Foi curioso, acima de tudo, ver que os familiares dos jogadores já estão habituados a vê-los participar nestas atividades e, por isso, até foram os primeiros a ajudar a desvendar algumas das pistas.

Conseguimos avaliar o grau de conhecimento histórico e artístico de cada um, e treinar a rapidez de raciocínio de todos. Foi, uma vez mais, a prova de que o remote work não impossibilita a criação de atividades criativas e diversificadas, que estimulem e motivem os colaboradores.

Já tinha participado num momento de escape room orientado pela nossa equipa de HR, mas em condições “normais”, e apesar de estarmos em remote acho que a comunicação e a coesão entre colegas no momento foi praticamente igual. – Diogo Ferreira
Foi muito fixe. E cá em casa, já todos sabem que (na PHC) às vezes as minhas tardes envolvem terminar o dia a jogar um jogo. – Rui Neves
Gostei muito do escape room e gosto muito de conseguir acabar algumas tardes de trabalho de forma completamente diferente e inesperada. – Carolina Amaro
teambuildings em modo trabalho remoto