“Queremos criar o melhor impacto emocional na vida dos colaboradores”

A Rute Ablum é Chief Management Officer na PHC e a quarta convidada do nosso podcast, onde nos falou sobre a Best Experience at Work que vai nascer em 2021.

A Rute juntou-se à PHC em 2015, e ocupa atualmente o cargo de Chief Management Officer, na direção executiva da empresa. É responsável não só pela gestão interna, como também por vários projetos especiais na PHC, que desenvolve com a sua equipa de advisors – que carinhosamente apelida de “yodas”.

Começou o seu percurso na empresa como Executive Assistant do CEO, função a que se candidatou já com a certeza de que ambicionava chegar a Chief of Staff – um cargo que até aí não existia na PHC. Orgulha-se de sentir que conseguiu ir construindo a sua função de sonho ao longo do tempo, e diz que a ambição foi um fator diferenciador no momento de recrutamento.

A Rute Ablum é a quarta convidada do nosso podcast “Living @ PHC”. Falou-nos do seu percurso na PHC, dos principais desafios inerentes à gestão interna das empresas atualmente e abriu-nos a porta à Best Experience at Work que a PHC está a construir. Para ouvir, aqui:

“Quando me candidatei à PHC, sabia perfeitamente onde queria chegar. E isso foi diferenciador no processo de seleção.”

A Rute começou o seu percurso profissional na área de comunicação. O gosto pela gestão e pela vertente estratégica apareceu mais tarde na sua vida, e foi-se desenvolvendo graças às experiências que conseguiu ir tendo já na PHC.

Na PHC ocupou inicialmente o cargo de Executive Assistant do CEO, mas no momento da entrevista soube dizer de imediato a que posição ambicionava chegar. Acredita que a ambição é uma característica diferenciadora e fundamental num colaborador. “(…) um candidato que chega à empresa com ambição, mostra estar motivado em ajudar a empresa a crescer e a chegar mais longe.”, explicou-nos.

“Não podemos saber de tudo um bocadinho, temos de saber tudo de um bocadinho. A inteligência coletiva determina o sucesso de uma empresa: quem não a utiliza, corre o risco de ser ultrapassado pela concorrência.”

Ávida defensora da importância da inteligência coletiva, tema da sua PHC Exec Talk, explicou-nos como a gestão de talento na PHC é feita tendo em conta este fator. Num mundo em constante evolução, são as equipas constituídas por especialistas de diferentes áreas que sobrevivem – só assim conseguem manter-se atualizadas e lidar com os desafios que enfrentam.

Ter pessoas especializadas em determinados temas permite que exista foco nas diferentes áreas. Acredita por isso que “(…) ter medo de pedir ajuda não é uma opção. O trabalho colaborativo é essencial para o sucesso dos projetos.”

women at work rute ablum phc podcast
rute ablum podcast women at the office phc

“Nunca foi feito nada igual: estamos a criar um portfólio de 12 projetos, para além da infraestrutura.”

Encabeçando o enorme projeto da Best Experience at Work que a PHC Software está a desenvolver, a Rute Ablum explicou-nos que este envolveu inclusive uma revisão do propósito da empresa: que este ano surgiu de cara lavada como “Better Management for Happier People”.

As novas instalações da PHC Software em Lisboa serão inauguradas no primeiro semestre de 2021. E, no início deste ano, também as instalações da PHC no Porto foram alvo de uma intervenção incrível. Os projetos de ambas as instalações foram pensados ao detalhe ao longo dos últimos 3 anos, tendo sido inspiradas nos modelos utilizadas nas empresas tecnológicas de Silicon Valley: como o Facebook, o Pinterest, o Airbnb e a Google.

“É muito mais do que um edifício. Vivemos na experience economy. A Best Experience at Work é por isso um projeto que envolve o espaço, o que acontece dentro do espaço e as pessoas.”

O projeto envolve pensar em cada uma das experiências, em cada ponto de contacto, que a PHC tem com os seus públicos: sejam estes colaboradores, clientes, parceiros e até a comunidade. “Estamos inclusivamente a planear a citizen experience, dirigida à comunidade.”, explicou-nos a Rute.

Para além disso, o grande ganho de todos os projetos estarem a ser desenvolvidos durante a pandemia, foi ter permitido que a PHC se desafiasse a pensar no futuro – e tanto as instatações como as experiências foram desenhadas a pensar no better normal em que vivemos atualmente.

A preocupação com os colaboradores vai por isso envolver as características do espaço, mas também muita inovação no que diz respeito à liderança. “Começámos a pandemia fazendo um statement claro de que não iríamos despedir ninguém por causa do COVID-19. Orgulha-me muito trabalhar numa empresa onde conseguimos garantir essa segurança emocional aos colaboradores.”, acrescentou.

“Queremos criar o melhor impacto emocional na vida dos nossos colaboradores.”

rute ablum podcast women at the office phc

A Rute terminou a nossa conversa relatando-nos um pouco do que foi o seu processo de recrutamento na PHC. Explicou-nos que, no momento em que descobriu esta oportunidade, já não acreditava que iria conseguir realizar-se profissionalmente da forma que sempre sonhara.

Estando o mundo a viver uma pandemia em que muitas pessoas estão a experienciar incertezas face ao seu futuro profissional, deixou a todos uma mensagem de esperança:

“Há momentos especialmente desafiantes nas nossas vidas, onde podemos ser levados a acreditar que o nosso trabalho de sonho não existe. O meu conselho é claro: não desistam, continuem a procurar. Eu encontrei o meu: aqui, na PHC.”