Que diferença faz um orçamento participativo numa empresa?

Quando se faz parte de uma grande empresa, é comum pensar-se que as grandes decisões estão fora do nosso alcance. Mas não tem de ser assim. As nossas ideias podem ser ouvidas e executadas. Vamos saber como?

 

Quantas vezes não pensamos no que gostaríamos de ter no nosso local de trabalho? A lista é extensa e cheia de ideias. Mas, para além das ideias, pode também surgir o receio de as expor a quem normalmente toma as decisões. Seja por medo de não serem consideradas suficientemente boas, por consideramos que não vão ser aplicadas ou por acreditarmos que não são viáveis para a empresa, muitas vezes uma boa ideia corre o risco de nunca passar disso mesmo, uma ideia que ficou fechada na mente.

Contrariar essa inércia é também um dos pontos essenciais para se alcançar uma melhor experiência no local de trabalho. Ouvir as boas ideias, criar processos de partilha e de participação na decisão é o que diferencia, muitas vezes, sentirmo-nos bem numa empresa. Torna-nos mais motivados e envolvidos.

Uma das formas de aumento da participação encontra-se nas pequenas ações do dia-a-dia, com líderes que sabem ouvir e com projetos em que podemos mostrar que as nossas ideias são válidas. Mas, e se fossemos mais além?

 

Um projeto para aumentar a participação nas decisões

Foi isso que tentámos fazer. E por isso, criámos o Orçamento Participativo PHC.

À semelhança do que acontece nas câmaras municipais, este orçamento participativo incentiva todos os colaboradores da PHC a participarem ativamente nas iniciativas internas da empresa, melhorando assim a qualidade do seu local de trabalho.

A ideia é muito simples: dar liberdade aos colaboradores para propor iniciativas diferenciadoras. Depois de avaliadas – de acordo com os requisitos previamente estabelecidos – as propostas são votadas, com a empresa a implementar a ideia vencedora.

Simples, não é? E faz uma grande diferença. A ideia pioneira, agora aplicada pela primeira vez pela PHC, é um incentivo à criatividade de cada um. Dar asas à imaginação, propor e decidir.

O resultado pode ser uma mesa de ping-pong, uma nova máquina de café ou uma sala de convivo remodelada – o limite está nos gostos e nas necessidades de cada um.

O mais importante é mesmo participar. Um pequeno passo para algo muito maior: alcançarmos a chamada best experience at work.

 

O que precisas de saber sobre o Orçamento Participativo PHC

  • Os colaboradores propõem e votam propostas para serem implementadas na empresa
  • Todos podem contribuir na decisão interna
  • É implementado nos cinco escritórios da PHC (3 continentes, cinco países)
  • Faz parte na nossa ambição de criar a best experience at work em Portugal
  • Inclui-se no nosso leque de iniciativas para o aumento da felicidade interna na empresa

 

Veja mais…