O que é que umas Asas nos Pés dizem sobre a PHC?

A resposta é fácil: Felicidade. E não é uma Felicidade qualquer. É daquelas que se abraçam, que são rechonchudas, que chegam quase aos dois metros de altura e que, por tudo isso e muito mais, não passam despercebidas. É uma felicidade made in PHC, como só podia ser.

Sabemos que, à primeira vista, falar assim de felicidade pode causar estranheza. Sobretudo numa empresa, já que não costumamos associar sorrisos a escritórios. Nada mais errado: a Felicidade existe em qualquer lado, porque só depende de cada um de nós.

Mas, nisto tudo, onde estão afinal as tais
“asas nos pés”?

Esclarecendo o mistério, a verdade é que estas asas são sinónimo de felicidade na PHC porque são parte integrante da nossa mascote Hagá. Sim, esta mesmo que está à espreita aqui em baixo. Com óculos estilosos, uma cor vibrante e uns ténis com… umas asinhas incorporadas, claro está.

Imaginamos a pergunta nesse lado do ecrã: mas as empresas têm mascotes? Sim, precisamente porque podem ser uma forma muito especial de representar uma sensação e de contagiar sorrisos, amizade e descontração. É essa a missão da nossa mascote Hagá quando aparece, de surpresa, nos nossos escritórios: gerar sorrisos e lembrar-nos da importância da felicidade. É uma missão fundamental porque uma empresa feliz é uma empresa espetacular para trabalhar.

Hagá, de onde surgiste?

Podíamos inventar uma história incrível sobre a nossa mascote: que ela vem do planeta Hagaciano, que se materializou a partir das gargalhadas dos PHCs num momento específico do último jantar de Natal ou que nos foi concedida pelo génio da felicidade.

Mas para quê inventar quando preferimos a história verídica? A nossa mascote nasceu de um brainstorming de todos os PHCs, em pleno getaway de celebração de aniversário da empresa. Por isso mesmo, tem um bocadinho de cada um de nós. As asas nos pés são um piscar de olhos ao nosso lema, “Business at Speed”. Os óculos são uma forma de afirmar como nos vemos, “descontraídos, mas pro”. E os olhos mostram um sorriso permanente, mesmo sem boca.

E porquê o nome? Porque fica mesmo bem em PH@ga haga emoji mascote phcC. Mas mais: vista de vários ângulos, a nossa mascote é simultaneamente um P, um H e um C. Sim, porque todos os pormenores contam.

My Happiness: vamos mudar a nossa atitude para a felicidade?

A criação da mascote Hagá não foi feita de ânimo leve. Foi uma das faces mais coloridas de um projeto muito especial que começou em 2017 e que se estendeu até 2018: o My Happiness.

Dividido em várias iniciativas, experiências e momentos inesquecíveis, o programa My Happiness foi a materialização da forma como a PHC encara a felicidade. Acreditamos que as empresas só podem ter sucesso se os seus colaboradores estiverem motivados e felizes. Mas também sabemos que a felicidade depende de tantos aspetos – e é tão pessoal para cada um de nós – que não se pode simplesmente estalar os dedos para que todos se sintam felizes.

Este foi, por isso, um programa de continuidade para nos dar ferramentas que possam ajudar a desenvolver uma atitude para a felicidade. De que forma? Com sessões muito diferentes, que responderam a diferentes aspetos ligados à felicidade. Entre sessões fotográficas, desafios em equipa, técnicas de teatro, mindfulness e formações sobre os pilares da felicidade, a felicidade manifestou-se de diferentes formas e feitios.

E porque os momentos felizes são para recordar, tudo isto deu origem a um livro. As 68 páginas do Happy Book contam a história do My Happiness, logo desde a capa (na qual 116 PHCs partilham o seu sorriso para o mundo).

happy-book-phc

E depois do My Happiness?

O My Happiness acabou, mas a nossa mascote Hagá continua connosco, assim como a nossa atitude para a felicidade. A presença dela é uma recordação permanente de que, para sermos felizes, apenas precisamos de nós próprios.

Por onde anda a mascote Hagá agora?

sweatshirt-haga-

Nas nossas t-shirts, sweatshirts, tapetes de rato e toda a linha de merchandising Hagá (cujas receitas das vendas revertem para uma instituição de solidariedade social).

A passear pelos nossos escritórios e eventos,
sempre pronta para uma fotografia.

Na nossa Intranet, porque criámos um emoji próprio.

Nos nossos sorrisos, sempre.

Portanto, o que dizem as asas nos pés da Hagá sobre a PHC? Que pensamos sobre a nossa felicidade e queremos muito ser cada vez mais felizes – este é uma espécie de combustível para o nosso “Business at Speed”.