Apadrinhamento: uma ajuda preciosa no processo de integração

Na PHC, queremos receber os novos PHCs, como só nós sabemos. Descubra porque o apadrinhamento faz parte do nosso processo de acolhimento e integração.

O processo de seleção de um novo colaborador não acaba no momento em que ele é admitido. Existe todo um processo de adaptação, não apenas à função em si, mas também à própria empresa. Na PHC, queremos receber os novos PHCs, como só nós sabemos.  Por isso, faz parte do nosso processo de acolhimento e integração, a atribuição de um padrinho/madrinha.

Um padrinho/madrinha é um colaborador escolhido pelo seu tempo na empresa – escolhemos pessoas que já estejam há alguns anos na PHC e por isso, perfeitamente integradas a nível de conhecimento e socialização -, mas também por ser alguém que consideramos incorporar na perfeição a cultura da empresa, demonstrando no dia a dia que vive em total alinhamento com os valores da PHC. O padrinho/madrinha escolhido é alguém que não faz parte da estrutura hierárquica do novo PHC, nem tão pouco da sua equipa de trabalho direta.

Cabe ao padrinho/madrinha ser o ponto de contato com o novo PHC, alimentando a proximidade e acompanhando as suas dificuldades. Zelando pelo recém-chegado à empresa, certifica-se que o novo PHC não almoça sozinho, tem todas as condições de que precisa para fazer o seu trabalho e se está a adaptar à cultura da empresa. Mais do que uma função formal com regras e obrigações, queremos que o padrinho seja um verdadeiro elo de ligação e que facilite a integração de quem acaba de chegar à empresa. Acreditamos que esta função é muito mais do que apenas contribuir para a assimilação de normas e procedimentos operacionais por parte do novo colaborador. Mostrar onde fica a impressora, explicar como funciona a rotação do estacionamento, partilhar a mesa ao almoço, convidar para a happy hour mensal ou simplesmente mostrar que se está lá para o que for preciso, são ações que tornam a integração de um novo colaborador mais fácil e feliz e que ajudam a reduzir a normal ansiedade dos primeiros dias num novo emprego.

Os benefícios do apadrinhamento estão à vista: os novos PHCs demoram menos tempo a integrar-se na empresa, sentem-se mais acompanhados a nível técnico e comportamental, têm mais facilidade em tirar dúvidas e criam laços de amizade com o padrinho/madrinha que na grande maioria das vezes, se estendem muito para lá dos primeiros tempos na empresa.

 

 

Veja também…