Electrotejo

Electrotejo movida a PHC

A Electrotejo, empresa de soluções de electricidade e de comunicações implementou o Enterprise e notou de imediato as melhorias no seu funcionamento.

 

 

 

Solução escolhida

O crescimento da empresa fez com as suas necessidades e exigências aumentassem, exigindo um software mais potente e robusto. A empresa deixou então uma solução que tinha sido feita à medida em Cobol e decidiu-se pela implementação das ferramentas PHC.

A Electrotejo confiou nas soluções da PHC para dinamizar o seu desempenho e gestão. A empresa de soluções de electricidade e de comunicações implementou o ERP PHC Enterprise, e os módulos Gestão, Projecto, Recursos Humanos, Pessoal, Frota, Imobilizado, Letras, Contabilidade e Suporte.

 

A escolha do implementador

Iniciado a 1 de Junho de 2004, o projecto findou no passado dia 13 de Maio e foi levado a cabo pela InCentea, um Parceiro PHC que, segundo Luís Manuel Bento, Director Comercial e de Infra-estruturas da Eletrotejo, “apresentou o produto que mais se aproximava às necessidades da companhia”. O integrador alocou quatro recursos ao projecto, tendo a colaboração constante de outros dois especialistas da Electrotejo.

Numa primeira fase, a Electrotejo e a InCentea desenvolveram o levantamento das necessidades específicas da empresa departamento a departamento, para que na segunda, levassem a cabo a implementação e configuração dos módulos adquiridos.

Com o início das primeiras acções de formação terminou a terceira fase, à qual se seguiu a importação de dados.

Este projecto passou então, para a quinta fase, que consistiu em colocar o sistema em produção, no qual foram criadas as regras e os desenvolvimentos feitos à medida, nomeadamente no que concerne às questões de segurança.

Esta implementação ficou concluída, com a criação de alertas, painéis de informação e análises avançadas.

 

Projecto e Recursos Humanos indispensáveis

Dois dos módulos mais importantes para o funcionamento da Electrotejo são o PHC Projecto e o PHC Recursos Humanos. A par do módulo de Gestão, estes são duas das grandes apostas da PHC para dinamizar o funcionamento das empresas.

O Projecto é o módulo da PHC que disponibiliza ao utilizador as ferramentas necessárias para executar e acompanhar todos os processos de uma obra, desde o orçamento até a planificação, passando pela medição e pelo controlo. Ao permitir a integração dos vários departamentos da empresa, esta ferramenta facilita o acesso à informação sobre as obras em curso, independentemente do departamento em que são geradas.

Por seu turno, o módulo de Recursos Humanos permite que as organizações optimizem os processos de selecção e de recrutamento, procedam à correcta descrição de funções, executem as avaliações de desempenho e avaliem as acções de formação, promovendo um ambiente de gestão completo da área de recursos humanos.

 

Benefícios do projecto

Segundo Luís Manuel Bento, as melhorias registadas com a utilização da tecnologia PHC são bastante visíveis: “Esta solução acelerou e dinamizou toda a nossa área de monitorização, trouxe, sem dúvida, melhorias significativas na obtenção de valores e indicadores e ajudou-nos a implementar regras e alertas para a gestão do nosso negócio.”

O Director Comercial e de Infra-estruturas da companhia realçou ainda que a solução é bastante user friendly, o que ajuda na sua utilização. Luís Manuel Bento referiu que “foi necessária alguma formação, nomeadamente ao nível do administrador, de forma a poder tirar o máximo partido da solução”. O executivo elogia neste campo os responsáveis da implementação, nomeadamente José Pedro Sá, o qual considera “um pilar muito importante que ajudou a levar este projecto a bom porto”.

O bom funcionamento das aplicações implementadas fizeram com que os responsáveis da Electrotejo tenham perspectivas de estender e actualizar as ferramentas. Segundo Luís Manuel Bento, a empresa “pretende adquirir, a curto prazo, o módulo de ControlDoc”.

Em termos globais, a solução da PHC conseguiu dinamizar a gestão da Electrotejo, fornecendo dados importantíssimos que ajudam no correcto controlo da empresa e, sobretudo, nas tomadas de decisão. O facto de as soluções adquiridas serem bastante intuitivas permitiu que os utilizadores ambientassem-se rapidamente aos produtos, começando a tirar total partido do mesmo de uma forma praticamente imediata. O baixo custo do projecto faz com que a empresa consiga ter o retorno do investimento a breve curto prazo.

(artigo publicado na revista “Directo PHC, nº 02”)