SANA Hotels

Atualmente o grupo tem cerca de 200 colaboradores que utilizam directamente a solução PHC Advanced CS e a solução PHC Digital CS, tendo acesso a 19 módulos diferentes, incluindo a plataforma de mobilidade.

Integrada no grupo AZINOR, a SANA Hotels detém atualmente 13 unidades em Portugal, nas zonas de Lisboa, Albufeira, Caldas da Rainha, Estoril e Sesimbra – sendo já uma das principais cadeias hoteleiras em Lisboa.

Além das unidades em Portugal, o grupo tem ainda uma na Alemanha, no centro de Berlim e uma em Angola, no centro de Luanda. Com as atuais unidades hoteleiras de 3, 4 e 5 estrelas em funcionamento, a SANA Hotels oferece na totalidade 135 apartamentos, 2585 quartos, 98 de salas de reunião e 5900 m2 de espaços wellness.

A SANA Hotels tinha inicialmente uma solução feita à sua medida que, no entanto, não ia ao encontro de uma parte importante das necessidades do grupo. A gestão das 15 unidades hoteleiras e dos mais de 1500 colaboradores que a SANA Hotels atualmente tem, exigiria um elevado esforço administrativo caso não existisse um software cujas funcionalidades permitissem minimizar e desmaterializar um conjunto de processos ligados à sua gestão diária.

Solução escolhida

Segundo João Pereira, Diretor de Gestão e Organização da SANA Hotels, “a aplicação que a SANA Hotels possuía era praticamente feita à medida. No entanto, em 2002, decidimos implementar o PHC CS, uma vez que grande parte das funcionalidades de que hoje dispomos não estavam contempladas nessa solução anterior. A implementação do PHC CS foi feita com grande facilidade – mesmo sem termos na altura pessoas com a formação adequada – uma vez que o software apresenta características user friendly.”

Atualmente o grupo tem cerca de 200 colaboradores que utilizam directamente a solução PHC Advanced CS e a solução PHC Digital CS, tendo acesso a 19 módulos diferentes, incluindo a plataforma de mobilidade.

Além da implementação dos vários módulos PHC CS, foi criada uma interface específica, de modo a fazer a ligação automática ao front-office das várias unidades hoteleiras. Essa interação é feita através de um módulo que permite à SANA Hotels não sobrecarregar a sua estrutura administrativa com uma série de movimentos que ocorrem diariamente nas suas 15 unidades hoteleiras.

Benefícios do Projeto

Uma das vantagens apontadas pelo grupo é a velocidade que o PHC CS consegue impor nos processos de gestão diária. Para João Pereira “com 15 unidades hoteleiras e mais de 30 empresas noutros setores, somos diariamente questionados sobre saldos, datas de pagamento e a entrada de fundos nos bancos. Nesse sentido, é fundamental que as informações solicitadas possam ser dadas atempadamente pela nossa estrutura central.”

Outra das vantagens competitivas que o SANA Hotels aponta ao PHC CS é a facilidade de utilização, quer para quadros mais experientes, quer para colaboradores com menos prática na utilização de software de gestão.

“O facto de o software ser fácil de usar é algo que consideramos ser uma grande vantagem, uma vez que é possível implementá-lo com sucesso em regiões onde as pessoas não estão muito familiarizadas com este tipo de aplicações”, referiu João Pereira.

Agosto 2015