Frutas Ernesto

PHC ajuda Frutas Ernesto a garantir fiabilidade dos dados

As Frutas Ernesto, Lda. começaram a sua história de sucesso no início dos anos 90, mais concretamente em Dezembro de 1992. Esta pequena empresa de origem familiar teve como fundadores Ernesto Couras e Rosa Candeias, fazendo venda ambulante de fruta e legumes com uma pequena carrinha, começando assim a cativar os seus primeiros clientes no concelho de Estarreja.

A empresa foi crescendo gradualmente até que em Julho de 2009 foi construído um segundo armazém de 1200m2. Com amplos estacionamentos, cais de descarga e várias câmaras de frio, este novo armazém criou condições de comercialização excepcionais e tornou possível que fosse transformado o primeiro armazém em área de recepção, calibragem e armazenamento de frutas compradas a granel e devidamente acondicionadas.

Em Janeiro de 2010 as Frutas Ernesto deram um outro passo de gigante impulsionado pelo amplo crescimento, nasceu o Grupo Frutas Ernesto, S.A. Uma empresa com estas características tem de ter uma plataforma sólida que garanta uma flexibilidade e controlo total das vendas, gestão de stocks e distribuição de mercadorias. A Frutas Ernesto já trabalhava com uma solução PHC mas precisava de fazer um upgrade, tendo em vista a optimização de processos: “Tínhamos necessidade de ter mais fiabilidade, mais rapidez e um software cuja formação fosse fácil”, refere Sérgio Costa, Administrador de Sistemas da Frutas Ernesto.

 

Solução escolhida

A empresa continuou a trabalhar com a PHC e escolheu a BlueSphere para fazer a implementação, uma vez que já eram parceiros de negócio. Este implementador aconselhou a Frutas Ernesto a adoptar a versãoPHC Advanced CS, com os módulos PHC Gestão, PHC Contabilidade, PHC Pessoal, PHC Imobilizado e PHC POS, para as lojas. O tempo de implementação durou duas a três semanas, no início, mas agora “é feita em dois dias”, sublinha Sérgio Costa. Em contacto directo com a aplicação estão 80 pessoas, pelo que todos os funcionários tiveram formação para utilizar os novos módulos.

Benefícios do projecto

Sérgio Costa sublinha que esta nova vaga de módulos PHC permitiu à empresa “controlar as caixas diariamente”. Além disso, o mesmo responsável notou a que a fiabilidade dos dados aumentou e que a central passou a receber com maior rapidez a informação de vendas feitas nas diversas lojas. “Isto acabou por descentralizar e dinamizar o trabalho das pessoas”. Em termos de melhorias nos processos de gestão da empresa, Sérgio Costa lembra que ficou mais simples a realização de “análises às margens de lucro” das Frutas Ernesto. De futuro, a empresa está interessada em alargar o seu portfólio de software com os módulos PHC CRM, PHC ControlDoc, PHC dControlDoc e PHC Logística.

Dezembro 2011