3 vantagens de um ERP móvel

Hoje em dia, o trabalho é feito em “movimento”. Os gestores esperam-no, os colaboradores exigem-no, e o sucesso dita-o. Na era da Transformação Digital, os dispositivos móveis influenciam tudo – desde a satisfação e retenção de talento, ao crescimento das receitas e lucro –, e sobreviver, num mundo cada vez mais competitivo, implica maturidade ao nível da mobilidade corporativa.

Numa altura em que tudo funciona on-demand, e as “surpresas” chegam a qualquer momento, vindas de várias frentes, o sistema de gestão Enterprise Resource Planning (ERP) – software que integra a informação manipulada pelos vários departamentos de uma empresa  e faz a sua gestão de forma centralizada numa única base de dados – teve de evoluir, a fim de aportar às organizações a agilidade necessária para reagirem de imediato a eventos inesperados. Os ERP do passado – famosos pelos seus motores rígidos, automatizados e altamente estandardizados –, deram lugar  a uma geração emergente de ERP, na qual a descentralização é palavra de ordem: qualquer um tem à mão um dispositivo com elevada capacidade de processamento e conectividade, e isso faz toda a diferença.

O estudo “Maximizing mobile value: is BYOD holdinhg your back?” identificou algumas tendências chave no estado da mobilidade empresarial em 2018, da qual destacamos duas:

  • A mobilidade nunca foi tão essencial – numa amostra constituída por 500 IT séniores e Gestores, cerca de 80% afirma que os colaboradores não podem realizar o seu trabalho de forma eficiente sem um dispositivo móvel; quase três quartos ressalva que esses mesmos dispositivos são essenciais para automatizar processos de negócio;  e aproximadamente dois terços espera que os colaboradores estejam sempre disponíveis remotamente, mesmo que não tenham um dispositivo móvel atribuído pela empresa;
  • Organizações com estratégias móveis diferenciadas alcançam maiores benefícios – o uso efetivo de dispositivos móveis traduz-se numa vantagem competitiva real para as empresas.

 

Objetivo crasso: tornar o ERP móvel e mais intuitivo

Especialmente concebidas para tirarem o máximo partido da revolução digital, as soluções ERP modernas podem, em suma, ser acedidas a partir de praticamente qualquer dispositivo, revelando-se, na opinião dos inquiridos, cruciais para a produtividade dos funcionários (82%); para a agilidade e celeridade da tomada de decisão (82%); para o serviço prestado ao cliente e consequentes níveis de satisfação (76%); e para a inovação e colaboração (75%).

Mas o desafio não passa apenas por tornar o ERP móvel: há que torná-lo também mais intuitivo, com novas formas de fornecer uma experiência benéfica ao utilizador. É essa tendência – a capacidade do ERP se reinventar, atendendo aos princípios de meaningful design, que ditam que os utilizadores de hoje querem trabalhar de forma semelhante à que vivem –, que definirá o desenvolvimento do ERP nos próximos anos.

 

Mas afinal, quais são as vantagens de aplicar a mobilidade aos ERP, ou se preferir, e pegando no título que deu origem a este artigo, quais são as vantagens de um ERP móvel?

#1 Acessibilidade em tempo real  = decisões mais rápidas

Possuir informação exata e fiável na hora, com acesso ao minuto aos níveis de desempenho do negócio,  permite tomar decisões mais rápidas, com impacto direto na diferenciação competitiva. Por exemplo, imagine que está numa reunião fora da empresa e, a meio do encontro, lhe solicitam os indicadores financeiros do seu negócio atualizados. Suponha que, por alguma razão, se esqueceu ou não teve tempo de consultar esses mesmos dados previamente, e que responder “não sei”, não é de todo uma opção válida uma vez que está perante um potencial cliente.  A luz ao fundo do túnel? Um dashboard financeiro ao alcance de um clique no seu smarthpone ou tablet.

 

#2 Trabalho remoto =  colaboradores mais produtivos

Ir a uma consulta médica que foi “estrategicamente” marcada a meio do horário laboral não tem de ser um drama, se tiver as ferramentas para continuar a trabalhar enquanto aguarda na sala de espera. Imagine que se despacha da consulta uma hora antes do seu horário laboral terminar e tem mesmo de lá voltar porque, por azar, o deadline para a entrega “daquele” projeto, termina exatamente nesse dia. Ter não tem, e sabe porquê? Porque com um ERP móvel, pode aceder a todos os dados de que necessita para concluir o trabalho em casa, sem ter de perder tempo a deslocar-se novamente à empresa. Resultado? Melhor gestão do tempo individual, que se traduz em felicidade, que resulta em motivação e faz aumentar a produtividade.

 

#3 Clientes mais satisfeitos = aumento das receitas

Dispor de ferramentas de gestão móveis possibilita passar menos tempo no escritório e, por oposição, ganhar tempo que pode usar a estreitar relações com clientes, cujas necessidades pode satisfazer na hora – por exemplo, através da consulta de stocks ou de ofertas promocionais. Num mundo onde a oferta se multiplica, é a costumer experience, traduzida no foco no cliente, que dita o sucesso ou o fracasso de uma empresa.

 

São muitos os fatores que contribuem para a maturidade no que à mobilidade corporativa diz respeito – questões organizacionais, culturais e técnicas –, mas o caminho está em marcha. A interoperabilidade entre dispositivos móveis e outros aplicativos e sistemas corporativos e a falta de uma estratégia de mobilidade clara e sólida são os maiores desafios colocados às empresas que, independentemente do estágio em que se encontram, têm pelo menos uma certeza: a descentralização do ERP é palavra de ordem.

 

Veja também…